COMPARTILHE

As eleições e agenda dos então presidenciáveis para a educação foi o tema de destaque do Carta Educação em 2018. No entanto, também repercutiram entre os leitores conteúdos que abordaram outras políticas de educação, como a Reforma do Ensino Médio e o piso salarial dos professores, além de temas factuais que apoiam a reflexão em sala de aula, como trabalho escravo e a questão da demarcação das terras indígenas.


Confira a lista das 10 reportagens mais lidas no Carta Educação ao longo do ano.

1. O que 10 presidenciáveis propõem para a educação
A reportagem apresentou de maneira detalhada as propostas dos presidenciáveis para a educação. O conteúdo integra o “Especial Educação nas Eleições 2018”, feito em parceria com a Ação Educativa.

2. Com educação a distância, Temer quer privatizar Ensino Médio
Em artigo, a professora Bebel, presidenta do Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo (Apeoesp) critica a intenção do presidente Temer de direcionar 40% da carga horária do Ensino Médio para a modalidade a distância. A flexibilização da etapa na modalidade EAD foi aprovada em novembro pelo MEC. Com as novas diretrizes curriculares do Ensino Médio, é permitido que até 20% da carga horária do curso diurno seja ofertada via EAD e 30% do curso noturno.

3. Por que o Maranhão consegue pagar o maior piso salarial do País a professores?
A reportagem abordou o novo piso salarial anunciado para os professores pelo Estado do Maranhão. O Estado seguiu o reajuste indicado nacionalmente pelo Ministério da Educação, 6,81%, e elevou o salário da categoria, no turno de 40 horas, para R$ 5,750 mil, cerca de duas vezes mais do que o piso nacional, que passou a R$ 2.455,00 este ano.

4. Trabalho escravo é ainda uma realidade no Brasil
O cenário do trabalho escravo é abordado em tom pedagógico para que professores possam abordá-lo em sala de aula com seus estudantes. O roteiro traz uma sugestão de atividade para alunos do oitavo e nono anos do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos.

5. Jogos na alfabetização: brincar para escrever
Em artigo, professor da Universidade Federal de Pernambuco reflete sobre o brincar a partir de jogos especiais que estimulem a alfabetização a partir da reflexão dos estudantes.

6. Capes descredencia cursos em universidades de ponta
A reportagem abordou o descredenciamento de 119 programas pela Capes – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior em universidades de ponta como USP, UFRJ , UNB, UFMG e PUC-SP.

7. Como funciona a sala de aula invertida?
A matéria aborda a metodologia da “sala de aula invertida”, que propõe a inversão completa do modelo de ensino. Sua proposta é prover aulas menos expositivas, mais produtivas e participativas, capazes de engajar os alunos no conteúdo e melhor utilizar o tempo e conhecimento do professor.

8. 5 filmes da Netflix retratam o valor da pedagogia
Uma lista de cinco filmes que mostram que, quando em diálogo com a realidade e comprometida com os estudantes, a Pedagogia tem um alto poder de transformação.

9. Entenda o conflito indígena no Brasil
Após um ataque a indígenas da etnia gamela no Maranhão, em abril, conteúdo aborda a importância da demarcação das terras indígenas e os desafios para que a política se efetive.

10. A quem interessa o fracasso da educação brasileira?
Após a divulgação dos dados Ideb, que mostraram que nenhum Estado conseguiu atingir a meta no Ensino Médio, a coordenadora geral da Contee reflete sobre como os números foram apropriados pela imprensa e atores políticos para validar a Reforma do Ensino Médio.