COMPARTILHE
Prêmio Nobel

Você não precisa ser um gênio para entender o trabalho dos vencedores do Prêmio Nobel.” Com esse lema, o site oficial da premiação produziu e reuniu jogos educativos gratuitos que explicam de forma lúdica os conceitos por trás das descobertas agraciadas ao longo do último século. Criado em 1901 pelo cientista sueco Alfred Nobel (1833-1896), o prêmio homônimo elege todos os anos achados científicos nas áreas de Física, Medicina, Química, Literatura e Ciências Econômicas, além de reconhecer feitos pela paz


Criada no ano passado, a parte educacional do site possui 46 produtos, dos quais 29 são jogos interativos. A temática de grande parte é de trabalhos feitos no início do século XX, cujos resultados já fazem parte dos currículos escolares atuais, principalmente nas áreas de Biologia, Física e Química. Composição do DNA, grupos sanguíneos, malária, transistor (utilizado em circuitos elétricos) e o hormônio insulina são alguns exemplos de temas trabalhados pelos jogos. 

Há também games na área de Literatura, como o que utiliza o livro O Senhor das Moscas, do britânico William Golding, como cenário. A obra foi vencedora na categoria em 1983. Outros, como The Red Cross Movement, explicam como funciona o trabalho da Cruz Vermelha, primeira vencedora do Prêmio Nobel da Paz, em 1901.  

Site do Nobel

Mas é na área da Medicina (e da Biologia) que se concentra a maioria dos jogos educativos. Um deles, chamado The Blood Typing Game (Jogo dos Grupos Sanguíneos), explica a descoberta do biólogo e fisiologista austríaco Karl Landsteiner. Nascido em 1868, em uma cidade próxima de Viena, Karl Landsteiner recebeu o Prêmio Nobel de Medicina pela revelação dos diferentes grupos sanguíneos na década de 1930.

A pesquisa de Landsteiner proporcionou avanços na Medicina ao lançar as bases para a transfusão de sangue. No jogo, a fim de obter uma boa pontuação, o usuá-rio precisa relembrar conceitos da Biologia ao testar o sangue do paciente para descobrir a qual grupo ele pertence. O game é recomendado para adolescentes de 14 a 17 anos e, desde fevereiro deste ano, já foi acessado 200 mil vezes. 

No começo do século XX, duas descobertas relacionadas à malária foram -vencedoras dos prêmios da categoria Medicina em anos diferentes. A malária é transmitida quando a fêmea do mosquito Anopheles pica uma pessoa infectada com o protozoário plasmódio, que vive como parasita e desenvolve parte do seu ciclo de vida dentro do inseto. Em seguida, quando atinge as glândulas salivares do mosquito, o parasita é transmitido para outra pessoa, completando o ciclo da doença.

O primeiro a levar o Nobel para casa foi Ronald Ross, em 1902, ao explicar como a malária atacava o organismo humano. Já em 1907, foi a vez da dupla Charles Louis e Alphonse Laveran, responsáveis por estudar o comportamento do parasita causador da doença. 

Com a consultoria do professor sueco Mats Wahlgreen, especialista em parasitologia, o game Malária pode ser jogado do ponto de vista do mosquito ou do parasita. No primeiro caso, o jogador controla o mosquito Anopheles gambiae e tem como objetivo picar o maior número possível de seres humanos, a fim de adquirir sangue para a produção de ovos. A tarefa parece fácil, mas é preciso desviar de predadores naturais e até mesmo dos próprios humanos, incomodados com as picadas de mosquito em sua pele. Outra possibilidade é jogar com o parasita para percorrer a corrente sanguínea humana rumo ao fígado, onde ocorre sua multiplicação, tomando cuidado com a ação do sistema imunológico.

Idealizado para explicar o trabalho do vencedor do Prêmio Nobel de Medicina em 1923, responsável pela descoberta do hormônio insulina, The Diabetic Dog Game (Jogo do Cão Diabético) aborda de forma leve o funcionamento da doença. Nele, o usuário se registra para tomar conta de um cachorrinho com diabetes tipo 1. Por causa da condição de saúde especial do animal, o jogador precisa tomar conta de sua alimentação e manter o nível de açúcar no sangue sob controle por meio de doses do hormônio insulina. 

Construídos em flash, os games educativos do Prêmio Nobel são simples e podem ser jogados online, diretamente no navegador, sem necessidade de down-load ou instalação no computador.  Os jogos e o site, porém, estão disponíveis apenas em inglês, o que pode dificultar sua utilização em alguns contextos.

Desde 1991, uma paródia 
do Prêmio Nobel realizada pela revista Annals of Improbable Research reconhece as dez descobertas ou pesquisas científicas mais esquisitas do ano. “O objetivo dos prêmios 
é celebrar o inusitado, homenagear 
a imaginação e estimular o interesse 
das pessoas pela ciência, medicina 
e tecnologia”, explica o site oficial da publicação organizadora.

A premiação, realizada em um teatro dentro 
da universidade norte-americana de Harvard, é marcada pelo bom humor. Em 2012, por exemplo, o prêmio na categoria Física foi levado por um grupo de cientistas americanos e britânicos responsáveis por estudar as forças de equilíbrio que moldam e movimentam 
o cabelo quando preso em um rabo de cavalo. Para se divertir com a ciência. 

*Publicado originalmente em Carta na Escola