COMPARTILHE
Créditos: Rovena Rosa/Agência Brasil

Matéria elaborada em parceria com a Viração

Neste sábado 12 se comemora o Dia Internacional da Juventude. Para memorar a data, o Carta Educação convidou a organização Viração, que atua pelo direito de adolescentes e jovens, a compor uma lista de materiais que ajudem os professores a refletir sobre as juventudes e ampliarem os espaços de participação dentro dos ambientes escolares. Confira!


1. Guia de participação social para educadores

O Guia de Participação Cidadã para Educadores tem como objetivo orientar educadores(as) sociais e professores(as) a promoverem o debate sobre participação cidadã com seus alunos e a ampliarem esses espaços dentro do ambiente escolar.  A partir de exemplos das diferentes formas de participação cidadã, o guia sugere práticas simples de serem implementadas nas escolas, assim como uma proposta de atividade pensada exclusivamente para educadores(as) que desejam transformar a realidade de forma crítica e criativa, participativa e democrática.

2. Participação Cidadã de Adolescentes e Jovens (Marco de Referência)

O Marco de Referência é um guia produzido pelo Unicef, em parceria com a Secretaria Nacional da Juventude, a partir de um processo de pesquisa e discussão com adolescentes e jovens de diferentes países. O material traz, além de uma série de reflexões dos jovens sobre a ideia de participação, um panorama histórico sobre os marcos legais que tratam do tema.

3. Jogo da Política

O Jogo da Política é um conjunto de três jogos que simulam os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Ele cria uma experiência na qual os participantes se colocam no papel de um deputado, prefeito ou juiz, levando o jogador a viver na pele a complexidade da política.

Leia mais: É fundamental trazer a política para dentro das salas de aula

O Jogo é uma parceria entre a Énois e o LabHacker e nasceu motivado pelo resultado de uma pesquisa realizada em 2014 pelo projeto Sonho Brasileiro da Política, que mostra que a maioria dos jovens (65%) gostaria de aprender sobre o assunto é na escola.

Através da educação política, provocamos essa juventude para compreender o funcionamento do sistema.

4Cartilha de ocupação- Fórum da Grande BH

Criado pelo Fórum de Juventudes de Belo Horizonte, o material tem como objetivo gerar reflexão e aprendizagem entre adolescentes e jovens, tendo como eixo o acesso aos direitos humanos nas cidades.