COMPARTILHE

No próximo dia 5 de maio, o Brasil passará pela Revisão Periódica Universal, mecanismo do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (CDH), que faz com que os 193 Estados-membros da ONU sejam submetidos a uma revisão de sua situação de direitos humanos.


A principal pauta levada para o encontro, em Genebra, sob incidência da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, é o direito a educação, com foco no Plano Nacional de Educação (PNE).

A política, que foi sancionada em 2014 e que deve determinar diretrizes, metas e estratégias para a política educacional até 2024, não saiu do papel, como alerta o coordenador geral da campanha, Daniel Cara.

Em vídeo exclusivo para o Carta Educação, o especialista fala sobre a falta de intencionalidade política para fazer da educação um tema central e os riscos relativos à falta de financiamento. Confira!