COMPARTILHE
Refugiados
Além de Língua Portuguesa, apostila também traz dicas práticas para os refugiados que buscam asilo no Brasil

Com o objetivo de ajudar o número cada vez maior de refugiados que se destinam ou já estão no Brasil, a Agência ONU para Refugiados (ACNUR) lançou gratuitamente a apostila Pode Entrar: Português do Brasil para Refugiados e Refugiadas. 


A ideia é atacar um dos principais desafios na integração dos refugiados no Brasil, isto é, o domínio da Língua Portuguesa. Atualmente, cerca de 8.530 estrangeiros reconhecidos como refugiados já estão no País e cerca de 13 mil ainda aguardam um parecer para permanecer no Brasil.

 

A apostila foi produzida pelo Cursinho Popular Mafalda, com o apoio da Cáritas Arquidiocesana de São Paulo. A apostila de Português para refugiados está disponível para ser baixado gratuitamente aqui.

“Cada capítulo foi construído com o auxílio de pessoas com diversas formações acadêmicas. O material foi pensado de acordo com as principais demandas que surgiram no diálogo com refugiadas e refugiados e que também foram trazidas pelas instituições que trabalham com ensino de português. Em cada unidade você encontrará uma proposta de atividade final que faz uma ligação com sua própria história, de seu país de origem e seu povo. Suas experiências somam muito ao nosso aprendizado”, diz o texto de abertura do material.

Além do ensino da Língua Portuguesa, a apostila oferece informações sobre preenchimento de formulários, emissão de documentos e como produzir um currículo. Há também um glossário em português com tradução para o espanhol, inglês, francês e árabe.