COMPARTILHE
Ilustração balão luneta

A internet pode ser uma floresta: se você decidir virar para a esquerda em vez de ir à direita, talvez deixe de achar o tesouro que está buscando, disse o escritor italiano Umberto Eco. Especialmente para as gerações mais novas, a reflexão é ainda mais profunda quando a rede é usada como fonte para pesquisas e estudos sobre temas variados. Nessa hora, exercícios orientados por professores podem ser uma grande bússola para quem terá de navegar por esses mares pelo resto da vida.


Leia também: Enciclopédia 
ambiental online

No caso dos alunos do nono ano do Colégio I. L. Peretz, de São Paulo, a viagem proposta por Júlio Verne em A Volta ao Mundo em 80 Dias transformou-se numa aventura multimídia quando o professor Makssoudian, de Língua Portuguesa, instigou os estudantes a melhorar o verbete sobre a obra literária na Wikipédia. A inspiração veio de projetos que já acontecem em universidades brasileiras.

Minha ideia era integrar ao projeto pedagógico da disciplina algo que estivesse próximo do dia a dia dos alunos. Eles pesquisam bastante na Wikipédia e receberam com entusiasmo a proposta”, relata o professor. A ideia da proposta foi aproveitar a leitura de alguns títulos que estavam previstos para a disciplina e propor que os alunos, em pequenos grupos, melhorassem as informações sobre aquelas obras na enciclopédia virtual colaborativa.

Primeiro, eles realizaram uma leitura cuidadosa dos verbetes, descobriram que havia erros gramaticais e informações que precisavam ser complementadas: “Muitos se surpreenderam com a própria capacidade de leitura crítica, eles não acreditavam que poderiam contribuir para um projeto de alcance mundial, isso também fortaleceu a autoestima”.

Depois de formada uma parceria com a equipe da WikiMedia Foundation, entraram em cena Rodrigo Argenton e Célio Costa Filho, consultores e voluntários que atuam no Movimento WikiMedia Brasil por meio do programa WikiMedia Brasil nas Escolas. Eles foram ao Peretz dar uma palestra explicando o que é a Wikipédia e também uma oficina para ensinar os alunos como editar os verbetes.

Leia também: Sherlock, 
o primeiro detetive

Para nós, foi uma excelente oportunidade de fazer um projeto piloto numa escola de Ensino Fundamental II e Ensino Médio, já que há tempos vínhamos querendo desenvolver um trabalho com alunos que ainda não estavam na universidade. Acreditamos no potencial para esse tipo de projeto. E nossas hipóteses se confirmaram, o trabalho foi excelente”, afirma Rodrigo, que, em parceria com Célio, espera realizar ainda neste ano mais seis pilotos em escolas de São Paulo, envolvendo um total de aproximadamente 200 alunos.

Para ele, os ganhos com a experiência são inúmeros: “Os alunos aprendem sobre como é importante ser claro, conciso e imparcial ao redigir uma informação. Aprendem também a discutir e a argumentar, defendendo suas ideias para a seleção da melhor informação sobre aquele assunto. Editando verbetes para a Wikipédia, entramos em contato com outras culturas, nos apropriamos de um espaço de conhecimento que é livre, aprendemos com os erros dos outros”, enfatiza ele, que começou a colaborar com a Wikipédia ainda no Ensino Médio.

Os alunos do Peretz preparam-se agora para contribuir com o verbete de Germinal, clássico do francês Émile Zola: “Nosso objetivo principal é trabalhar com a linguagem, com a leitura crítica tanto do livro quanto do verbete. Com esse exercício os alunos percebem a questão da confiabilidade das fontes: é preciso ‘desconfiar’ e checar sempre as informações. Também prestam atenção ao estilo e, com isso, escrevem textos melhores”, destaca o professor de Português.

Para a WikiMedia Foundation, propostas como essa são muito bem-vindas: “Trabalhamos com o modelo que envolve comunidades colaborativas; pessoas e voluntários sabem que podem ajudar a melhorar o conteúdo da Wikipédia Brasil e nossa função é catalisar esses processos. Além de termos os alunos como produtores de conteúdo, ao envolvermos escolas de Ensino Fundamental e Médio, também temos o professor na mesma posição, o que enriquece muito o projeto”, afirma Oona Castro, responsável pelas parcerias no Brasil da WikiMedia Foundation. Segundo ela, a Fundação ainda não sistematizou os resultados dessas ações com as escolas e  é preciso avaliar o que funciona ou não.

Para Maricy Blanco do Valle, supervisora pedagógica de Informática do Colégio Oswald de Andrade, em São Paulo, não há nenhum problema com o uso do site como fonte de pesquisa. “Orientamos que, ao citar a Wikipédia, o aluno coloque o nome do autor do verbete (se houver), a data e a hora em que pesquisou a informação. É importante que ele perceba que se trata de uma fonte aberta em que várias pessoas podem interferir, alterando o texto.

Portanto, para pesquisar na internet, é imprescindível buscar as informações em mais de uma fonte e checar todas elas. “Às vezes, as pessoas se preocupam tanto em desconfiar da Wikipédia ou de informações colhidas na internet de forma geral que criam a falsa impressão de que as informações publicadas em outras fontes, mesmo em obras célebres e dicionários, estão totalmente livres de erros e desvios”, alerta Célio Costa Filho, que também é linguista, além de voluntário da Wikipédia.

Para nós, é fundamental que o aluno perceba como é importante pesquisar em mais de uma fonte e, se possível, em mais de um suporte. Costumo sugerir livros sobre o tema pesquisado, mostrar a eles como se busca a informação, começando pelo índice do volume, por exemplo”, completa o educador de biblioteca do Oswald, Carlos Eduardo Braga.

Dicas para pesquisar na Wikipedia

Realizar uma consulta na enciclopédia virtual não é muito diferente de ler um artigo em um jornal, uma revista ou mesmo um livro: é preciso um olhar cuidadoso para ponderar confiabilidade, parcialidade e eventuais erros das informações. Aproveite as fontes citadas nos artigos para direcionar sua leitura, encontrar novas fontes e se aprofundar no tema em questão.

Muitas vezes, graças à Wikipédia descobrimos obras (livros, músicas, filmes etc.) sobre o tema que nem sabíamos que existiam. Além disso, pode-se sempre obter mais informações pesquisando em artigos correlatos e navegando por meio das categorias dos artigos. Ao fazer a pesquisa, clique no campo “Contendo”, que se abre em uma aba logo após digitar qualquer termo no referido campo de busca. Assim, é possível ver todos os artigos que contêm aquele termo, seja no título, seja no corpo textual.

(Fonte: Célio Costa Filho, linguista, consultor e voluntário da Wikipédia)