COMPARTILHE
Berenice chama a atenção dos colegas da 5ª série por sua postura desenvolta, pelo modo de falar

A cabeleira vermelha de Berenice chama a atenção de todos em sua nova escola na pequena cidade de Calunga, interior de Pernambuco. Não demora muito para que a garota miudinha e dos óculos “fundo de garrafa” passe a sofrer bullyng e ser rejeitada por seus colegas.


Filha de pai garimpeiro, e moradora do estado de Rondônia, Berenice só consegue ter amizade com João Batista dentro e fora da escola. Internamente, um encontrão em um dos corredores acabou pro aproximá-los; externamente, o acaso.

Um belo dia o caminhão do pai do garoto ferve o motor no meio da estradinha que liga Calunga a Camiri. João toca a campainha de uma casa para pedir ajuda e se depara com Berenice à porta. Convidado a entrar, ele descobre o maior mistério da garota que colecionava pedras. Ela era filha de garimpeiro.

A obra da autora Leusa Araújo parte de duas pequenas cidades de Pernambuco para discutir problemas sociais mais abrangentes, relativos à afetividade e à condição social.

Também propõe reflexões sobre a aceitação das diferenças, as desigualdades regionais e, por meio do tema do garimpo, sobre as ilusões do enriquecimento rápido.

A Cabeleira de Berenice
Autor: Leusa Araujo
Ilustração: Sônia Magalhães

Berenice chama a atenção dos colegas da 5ª série por sua postura desenvolta, pelo modo de falar